domingo, dezembro 27, 2009

O Grammy da Cassiane está por vir

// // 8 comments
No quesito carisma, humor, sonoridade, qualidade, voz, autoridade e unção, Cassiane é imbatível, como ela mesmo diz, ela pode não ser a melhor cantora, mas faz a diferença, sem contar que é uma das cantoras mais lembradas e queridas do Brasil. Seus CDs são sempre bem aceitos, recordes de vendas, ganhadoras de vários prêmios, mas ainda falta um: o famoso e cobiçado Grammy Latino. Acredito que Cassiane não deve se importar com isso, mas é um fator importante no reconhecimento do trabalho de um artista, pois querendo ou não, cantores evangélicos também são artistas.

Falta apenas esse prêmio para confirmar o que o Brasil inteiro já sabe, Cassiane é a maior representante do louvor pentecostal. Mas, porque será que ela com todo esse sucesso, nunca foi nem indicada?

Talvez porque ainda não tenha um trabalho voltado para o público estrangeiro, como Soraya Moraes e Aline Barros; essa categoria voltada para a musica cristã brasileira foi criada em 2004; dizem também que o estilo pentecostal é estigmatizado e não agrada a Academia do Grammy (se é verdade não sei), mas é de se imaginar, porque até no Brasil ele ainda sofre preconceito, mas isso vem diminuindo consideravelmente, e podem ter várias outras causas.

A verdade é que Cassiane tem alguns trabalhos dignos de serem ao menos indicados, como A Cura (mas esse não concorreria, pois é de 2003); o Sementes da Fé, apesar de achar ele fraco e o mais recente “Faça Diferença”, que seria um forte concorrente, isso na minha opinião, pois não sei o que os membros da Academia avaliam. Como podemos perceber Soraya Moraes ganhou prêmios importantes, até mesmo fora da esfera gospel com a insossa “Som da Chuva” e Aline Barros com seus CDs sempre ao vivo e repetitivos, ganhou também.

Está na hora de um representante do louvor pentecostal levar esse prêmio, e a que teria mais chance e faria jus ao estilo seria Cassiane, como eu mesmo intitulei, ela faz o “Pentecostal Clássico”, inovou, revolucionou e criou uma nova vertente do pentecostal.

Agora basta esperar o próximo trabalho musical de Cassiane que é bastante esperado e comentado, pois pairam dúvidas de quando será lançado e principalmente por qual gravadora, pois os especuladores de plantão dizem que será pela MK, muito pouco provável. Não importa por qual gravadora MK, Reuel, Graça, Line, essa é a chance de Cassiane contornar a situação pela qual vem passando nos últimos 2 anos e mostrar a força do louvor pentecostal ganhando o Grammy.