sábado, junho 12, 2010

A distância, preparativos para ‘casório’

// // 1 comment
Hoje dia dos namorados, separamos essa reportagem especial, que mostra uma história de romance que começou na infância, se ‘perdeu’ por 8 anos, mas voltou com força total pela internet. No início da década de 90, o filme “Meu primeiro amor” contagiou o mundo com as aventuras de Vada Sultenfuss (Anna Chlumsky), que aos 11 anos deu seu primeiro beijo em seu melhor amigo, Thomas Sennett (Macaulay Culkin). Da telona para a realidade, a história de Lílian Slloany e Bruno Fertonani, ambos de 19 anos, também revela a magia do encontro e da busca de dois corações, que querem ficar juntos, que acreditam na pureza dos sentimentos e no amor eterno. A história dos dois começou quando tinham oito anos. Nessa idade, Lílian morava no bairro Construmat, em Várzea Grande. Foi para lá que Bruno teve que se mudar com os pais, que residiam em Rondônia. Nascia uma grande amizade. “Brincávamos e passeávamos juntos. Um dia, num dos passeios que fizemos, ele me deu uma pedrinha de presente, que guardo até hoje”, lembra Lílian. Dois anos depois, os pais de Bruno tiveram que retornar novamente para Rondônia. Já Lílian foi morar em Campo Grande (MS). “Naquela época não tinha o auge do Orkut ou MSN e a gente perdeu o contato um do outro”, conta. Pouco mais tarde, Bruno foi viver com os pais na Espanha. “A gente ficou oito anos sem contato nenhum, mas sempre tive a esperança de encontrá-lo novamente”, revela a jovem que chegou a escrever uma carta pedindo para que Deus mandasse o amigo de infância de volta. A internet foi um dos meios usados por Lílian para reencontrar Bruno. Na web ela propagou até um vídeo com músicas que lembravam a história dos dois. Numa noite, ela chegou a abrir 50 páginas de comunidades da Espanha procurando pelo nome de Bruno e de pessoas próximas a ele. “Achei o irmão dele no Orkut e não dormi a noite porque queria esperar o outro dia para saber se o Bruno responderia o meu recado”, conta Lílian, que já estava com 16 anos. No dia seguinte, ainda nos primeiros raios solares, Bruno entrou em contato com a amiga. “Fiquei tremendo, o coração pulsava muito forte”, relembra. A jovem conta que, na época os dois tinham namorados. Mas, após o reencontro, ambos terminaram o relacionamento. “No dia 16 de janeiro (2008), ele me pediu em namoro”, diz. Por um ano e cinco meses, Lílian e Bruno namoraram apenas por telefone e pela internet. “Em junho do ano passado, ele veio para cá e ficamos noivos”, conta. Foram 20 dias juntos, antes que Bruno retornasse para a Espanha. “A despedida foi muito forte, fiquei uma semana sem dormir direito”. Hoje, Dia dos Namorados, eles vão se encontrar novamente pela internet. Mas essa distância será por pouco tempo. Bruno volta a Mato Grosso novamente em julho próximo, mês em que os dois se casam e Lílian viaja com o futuro marido para a Espanha. A data exata ainda não está escolhida. Mas a música provavelmente será uma das que mais marcam a vida do casal: “Cada instante de nós dois”, de Cassiane e Jairinho. “Meu coração me pediu pra amar você, eu soube esperar o momento... Te ver crescer e guardar em mim um sonho de criança e tocar teu coração, a distância, ver nascer esse brilho em teu olhar. Sei, foi Deus quem nos uniu”, canta Lílian um trecho da canção gospel.